Entretenimento

Saiba mais sobre os feriados de novembro

COMPARTILHE AGORA!

Novembro provavelmente deve ser um dos meses mais amados pelos brasileiros, porque tem não apenas um, mas dois feriados, e é um mês onde já costuma fazer um tempo mais agradável de viajar, nem tão quente e não frio. Logo no começo, dia 2 de novembro é feriado de Finados. Praticamente duas semanas depois, no dia 15 celebramos a proclamação da República. Vamos conhecer um pouco mais sobre cada um deles nesse artigo.

Finados

No dia 2 de novembro dedicamos nossa memória e orações àqueles que já partiram. A data se popularizou pela igreja católica durante a Idade Média, e um dia antes é o Dia de Todos os Santos. É um costume levar flores e acender velas em cemitérios.

A data tem um valor enorme no México, por exemplo. O Dia de Los Muertos tem até mesmo uma celebração, chamada Festa dos Mortos, que é uma maneira de honrar e fazer uma homenagem aos que já se foram. As comemorações começam já no dia 31 de outubro e vão até o dia 2 de novembro, e apesar de ser uma homenagem aos mortos, que geralmente, inclusive no Brasil, é associada a algo triste, não faltam cores e ânimo nas decorações e muita comida.

No Brasil, a data só virou feriado em 2002, mas o costume que envolve a data já é praticado há séculos.

Proclamação da República

Em 1822, o Brasil conquistou a independência, assim, já não tínhamos mais ligação com Portugal e nosso país se tornou uma nação. Mais de 50 anos depois, Marechal Deodoro da Fonseca se tornaria o primeiro presidente do Brasil, pondo um final à era da monarquia e dando início à era republicana.

Tudo começou porque a população brasileira, especialmente a elite, não estava feliz com o reinado de dom Pedro II. Com a abolição da escravidão em 1888, cafeicultores reclamavam do custo da produção, os militares reclamavam dos salários.

Então, exatamente no dia 15 de novembro de 1889, um grupo de militares planeja a derrubada do gabinete de Visconde de Ouro Preto, e Marechal Deodoro lidera a queda. Logo após isso acontecer, políticos pedem que Marechal Deodoro assine um documento que declarasse a extinção da monarquia, e assim começa a nova república. Assim acaba o Brasil Império, fase essa que durou mais ou menos 70 anos, por meio de um golpe militar de Estado. Dom Pedro II e sua família foram expulsos do Brasil e voltaram para a Europa em novembro.

Marechal Deodoro da Fonseca se tornou presidente do Brasil, o primeiro da história. Foi ele quem criou a bandeira, o hino do Brasil e também a política. Seu vice era o Marechal Floriano Peixoto, e naquela época, presidente e vice concorriam separadamente, e não na mesma chapa eleitoral.

As ideias iluministas, que pregavam mais liberdade econômica e política, pairavam sob o ar do Brasil, com os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade, como aconteceu na Revolução Francesa. E isso pode ter influenciado tanto a proclamação da república como também os primeiros anos de governo.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.