Finalize seu Cadastro!

Site Oficial

Promoções

Vale-Sacolão será destinado a famílias inscritas no CadÚnico

COMPARTILHE AGORA!

A Câmara dos Deputados debate a aprovação de um novo benefício social. O Vale Sacolão é um novo auxílio que permite que brasileiro de baixa renda possam comprar alimentos básicos no supermercado.

No entanto, será disponibilizado para aqueles que estão inscritos no Cadastro único (CadÚnico do Governo Federal. Assim, o Vale Sacolão irá conceder uma mensalidade de R$250 para compras de vegetais, frutas e semelhantes. 

O deputado federal José Nelto criou o projeto por conta da grave situação econômica causada pela pandemia do Covid-19. Contudo, a proposta é direcionada aos cidadãos que fazem parte do CadÚnico e de outros programas sociais do governo.

Segundo dados do Ministério da Cidadania, o número de inscritos é de mais de 80 milhões de brasileiros atualmente. Entretanto, pode ser que esse número tenha aumentado drasticamente nos últimos meses. 

Por conta disso, talvez o Vale Sacolão fique impossibilitado de atender integralmente a todos. Assim, alguns critérios de acesso foram estabelecidos. 

Quem pode receber o auxílio de R $250 do CadÚnico?

Os cidadãos que têm acesso ao Vale Sacolão são aqueles inscritos no CadÚnico com uma renda de salário mínimo de até R $1.212. No entanto, o benefício irá priorizar brasileiros com renda menor.

Porém, fique alerta: o benefício do Vale Sacolão só pode ser usado na compra de alimentos em supermercados credenciados. Além disso, o Governo Federal irá realizar parcerias com os supermercados para obter desconto. 

O que é o CadÚnico?

O CadÚnico é um banco de dados do Governo Federal. Assim, tem como objetivo coletar e analisar dados de âmbito municipal, estadual e federal. Portanto, é por ele que o governo fica sabendo sobre famílias de baixa renda e as inclui em programas socioeconômicos. 

Quem tem direito ao CadÚnico?

Para se inscrever no CadÚnico e receber auxílios como o Vale Sacolão a família deve apresentar uma renda mensal de até meio salário mínimo (R $550). No entanto, a família que possuir três salários mínimos (RS 3.300) como renda total também pode se inscrever.

Basta procurar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do município no qual reside. 

Como se inscrever no CadÚnico?

Existem alguns critérios que devem ser atendidos para que a família possa se inscrever no CadÚnico. Eles são:

  • Ter uma pessoa responsável para responder às perguntas do cadastro. No entanto, essa pessoa precisa morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos;
  • É preciso apresentar o CPF ou Título de Eleitor, com exceção de famílias indígenas ou quilombolas.
Este conteúdo pode ajudar alguém. Compartilhe 👇

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *