tapete de corpus christi
Entretenimento

Curiosidades: a origem do feriado de Corpus Christi

COMPARTILHE AGORA!

Assim como a Páscoa, o feriado de Corpus Christi também é de extrema importância no calendário dos cristãos. A data celebra o sacramento da eucaristia, o rito da igreja de consumir o corpo de Cristo como hóstia ou pão, e é daí que vem o nome Corpus Christi, que em latim significa exatamente o Corpo de Cristo. Esse é o único dia que o Santíssimo Sacramento da igreja sai nas ruas em procissão.

O sacramento eucarístico é uma forma de relembrar sempre a morte e também a ressureição de Cristo. O pão representa o corpo e o vinho simboliza o sangue de Jesus.

A data do feriado funciona mais ou menos como a Páscoa, a Sexta-Feira Santa e o Carnaval, não tem um dia fixo no calendário. O dia de Corpus Christi cai sempre na primeira quinta-feira após o Domingo da Santíssima Trindade, que é sempre uma semana após o Pentecostes. E se você contar direitinho no calendário, a data será sempre 60 dias após a Páscoa. O dia da semana foi escolhido porque a última ceia de Jesus Cristo foi numa quinta-feira.

A origem da celebração

Nossa história começa com uma freira chamada Juliana de Cornion, em 1243 (século 13) na Bélgica. Segundo essa freira, ela recebia visões onde o próprio Jesus Cristo lhe pedia que fizessem todo ano uma festa litúrgica para homenagear a Sagrada Eucaristia. Uma das visões inclusive tinha uma lua cheia com uma mancha preta, que seria a ausência da celebração da data.  

Além disso, existem relatos de que um padre, que tinha lá suas dúvidas quanto a presença de Cristo na eucaristia, realizou a consagração da mesma em Bolsena, na Itália. E, durante o momento, a hóstia começou a de fato gotejar sangue.

Isso ficou conhecido como o Milagre de Bolsena, logo chegou no papa e, assim, estava oficializada a celebração de Corpus Christi. Foi questão de tempo até que a festa se espalhasse pela Europa, e depois pelo mundo. Inclusive, chegou ao Brasil, quando os colonizadores portugueses a trouxeram pra cá no século 16.

Os tapetes de Corpus Christi

A data de Corpus Christi é considerada uma das mais importantes para os católicos, que começam os preparativos bem antes do dia, enfeitando as ruas e o caminho até o altar da igreja com tapetes artesanais. É por esses tapetes que passa Jesus Eucarístico.

Esse costume surge no Brasil com os mineiros da cidade de Ouro Preto. No Sul, foi trazido por imigrantes. A maioria das cidades ainda mantém esse costume de enfeitar as ruas por onde a procissão passa, criando desenhos usando serragem tingida, palha, areia, grãos e até mesmo borra de café. Quem faz toda essa decoração, que envolve desenhos com símbolos cristãos diversos, geralmente são os próprios fieis, e o dia atrai muita gente para conferir esse show de cores no chão.

A história de montar os tapetes começou em Portugal, que já representava cenas bíblicas no chão usando serragem. Em alguns lugares, é comum as casas exibirem panos vermelhos se estiverem localizadas em vias por onde a procissão passa.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.